Pular para o conteúdo principal

Postagens

Oficina Trocando Cartas no Museu da Vida

Divulgando a Oficina Trocando Cartas!  A oficina é oferecida no Espaço Passado Presente(no Castelo) na Fiocruz!  Oficina Trocando Cartas    Oficina  propicia o dialogo e a reflexão com o público visitante as questões referentes à saúde e a ciência. Utilizando como recurso correspondências imaginárias supostamente escritas por crianças do inicio do século XX, para as crianças do inicio do século XXI.A atividade propõe como objetivos: conhecer a situação da saúde pública no Brasil no inicio do século XX, e as respectivas políticas públicas adotadas na área; Identificar os fatores sociais que determinaram a estabilidade do quadro da saúde pública; Compreender a importância da participação dos cidadãos (inclusive dos educandos que estão participando da oficina) para contribuição no desenvolvimento de políticas publica de saúde.  A metodologia adotada consiste em quatro etapas. A primeira em receber o grupo no Castelo Mourisco, símbolo do patrimônio institucional, para apresentação do

Oficina Trocando Cartas no Museu da Vida

 Oficina Trocando Cartas        A Oficina Trocando Cartas é oferecida pelo Espaço Passado Presente no Museu da Vida. A proposta desta Oficina é propiciar o dialogo e a reflexão com o público visitante as questões referentes à saúde e   a ciência. Utilizando como recurso correspondências imaginárias supostamente escritas por   crianças do inicio do século XX, para as crianças do inicio do século XXI. A oficina parte da idéia da caça ao tesouro , neste caso caça as cartas, para estimular a descoberta, a interação dos educandos. Cada carta aborda uma doença diferente , e conseqüente traz ao contexto político da época e também a história de uma criança ou jovem do século XX, descrevendo a sua situação e indagando como seria no futuro. Corrobora para esta idéia de atividades educativas em museus que estimulem as descoberta Vasconcellos (2008:54) “para isto é necessário que o museu trabalhe para desmistificar a ciência e motivar o pensamento problematizador-critico e investigado

Desdobramentos do Projeto Cidadania no Colegio Dom Walmor- alunos visitaram o Museu da Vida

Cidadania e Saúde Pública A proposta do Projeto CIDADANIA foi muito positiva contando com a participação dos alunos do terceiro ano do EJA do Colegio Estadual DOm Walmor, visitando o Museu da Vida na Fiocruz. Nesta visita puderam conhecer um pouco mais sobre a história da Saude pública no inicio da século XX implementada pelo médico sanitarista Oswaldo Cruz.

Cidadania e Saúde Pública

Em breve relato de experiência do trabalho sobre Cidadania e Saúde Pública ,realizado com alunos do terceiro ano do ensino medio da Escola Estadual Dom Walmor, na Disciplina Cidadania. * Aula na sla de aula sobre Saúde Pública,com uso do filme Oswaldo Cruz o medico do Brasil * Aula passeio no Castelo, no Museu da Vida, FIOCRUZ. * Encerramento do trabalho com a construção coletiva do cartaz.

Evento para Terceira Idade na Educação Não formal

É com satisfação que divulgamos o evento " Ciencia e Diversão não tem idade", voltado para Terceira Idade no Museu da Vida, Fiocruz, RJ. Foi criada uma programação super especial para esta semana, como entre outras contadores de história, avental de histórias, peça de teatro. Na sexta feira, será apresentado o Projeto COLCHA DE MEMORIAS, o trabalho de registro das memórias das idosas moradoras do entorno da FIOCRUZ e que frequentam o Programa de Assistencia ao IDOSO,PASI na ENSP. A história deste grupo de idosas foram tecidas apartir das fotos que trouxeram de momentos "historicos" em suas vidas. Confira a programação http://www.museudavida.fiocruz.br/ “Ciência e diversão não têm idade”: evento dedicado especialmente à melhor idade

Utilização da Linha do Tempo nos Estudos Introdutorios de Historia

Apesar de muitas resistências por parte dos alunos e até de alguns colegas professores. A utilização do recurso da Linha do Tempo é primordial e essencial! No primeiro contato do aluno com a HISTÓRIA. Compreeder os periodos históricos, as suas diferenças e particularidades, as interfaces entre a linha do Tempo da Historia Geral, do Brasil e Africana é extremamente importante. Compartilhando experiências.... O trabalho de realizar coletivamente com a turma do 1º ano a linha do tempo: 1º Coloquei no quadro - uma folha de papel pardo. 2º Apenas a linha dividida nos quadro periodos referindo-se a historia geral. E tratando-se de Historia do Brasil em tres partes. 3º Convidei aos alunos participarem e colarem as imagens (que solicitei que trouxessem na aula anterior) referentes aos periodos históricos. obs: Experiencia realizada com ensino médio regular e EJA. Avaliação: experiência positiva, de participação e iniciativa dos alunos e aproximação com a historia.

Resgatando a importância do ensino de historia

Resgatar a importância do ensino de história em escolas publicas com alunos com de baixo rendimento escolar, é quase uma quimera! Mas uma das propostas progressistas do ensino de historia, é partir de um ensino que demonstre a importância da disciplina no cotidiano dos alunos. Como incitar reflexões sobre a história do bairro, do municipio e da escola, interessante é correlacionar estas historias locais e orais com a historia macro, com a historia do país é correlacionar, os fios das historias. Uma metodologia que podemos aplicar com os nossos alunos, é partir dos questionamentos: * Do que nos serve a historia? * Qual a historia do nosso bairro, como foi criado? * Como é arvore genealogica da nossa familia? Houve algum movimento de imigração? * Qual o fato historico que nos marcou? QUal a imagem que vem na cabeça? Em breve maiores reflexões desta proposta pedagogica de ensino de historia mais proximo da vida dos alunos.

A Arteterapia no Museu. Uma Vivência possivel?

Parte 1 Ao considerar a Arteterapia como uma forma de se trabalhar com a expressão das emoções e memórias mais profundas do individuo, atuando diretamente nas situações de conflito e ao compreender o arteterapeuta como o profissional capaz de facilitar e mediar o relacionamento de grupos e levando o próprio sujeito a questionar-se. É possivel considerar este processo como transfomador tanto para o individuo envolvido em terapia quanto para o meio no qual este vive. Sendo assim é também responsabilidade da Arteterapia transcender as " paredes do consultório " e atingir as pessoas de uma forma mais ampla. Levando os individuos a perceber que a singularidade deve ser respeitada e que é no momento de relacionar-se com o outro e com o meio que nos tornamos mais ricos e mais humanos. A partir destas reflexões, consideramos a relevância do uso da Arteterapia no cenário da educação não formal, o Museu, pois este é um local de vivências e experimentações comun

Paulo Freire no dominio publico da CAPES

Para uma melhor compreensão da proposta do blogger a sugestão de visitar o site http://www.dominiopublico.gov.br http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/ResultadoPesquisaObraForm.do?first=50&skip=0&ds_titulo=Paulo&co_autor=&no_autor=&co_categoria=102&pagina=1&select_action=Submit&co_midia=6&co_obra=&co_idioma=&colunaOrdenar=null&ordem=null, e assisitir os videos sobre Paulo Freire. O primeiro filme aborda o metodo Paulo Freiriano de ensino no inicio. E o segundo filme uma especie de biografia do querido educador, com depoimentos de familiares e também de alunos que aprenderam com o metodo de ensino. Um depoimento marcante no segundo video é quando uma trabalhadora relata: "- Lixo é o que você faz em casa. Eu reciclo lixo". Esta afirmação demonstra como o metodo freiriano resgata a auto estima do aluno, propiciando uma outra leitura de mundo. Um outro relato é de um pescador que aprendeu a ler através do meto

PROMOÇÃO À CIDADANIA: UM DIREITO DE TODOS E ACESSO DE POUCOS! – Uma breve discussão sobre as dificuldades de participações sociais da população negra

Por: Profª. Marcela Sanches O trabalho sugere reflexões e atividades para serem realizadas nas disciplinas de História do Brasil e Cultura e Cidadania, relacionados às questões da lei 10.639 . Uma das funções do ensino da História e de Cultura e Cidadania são favorecer a compreensão do homem no curso do tempo e de suas atuações, materializando nos fatos históricos. Além disto, contribuir para uma compreensão critica e questionadora referente ao passado e ao presente. A perspectiva deste trabalho é estimular uma alteração de olhar de mundo, um olhar mais atento e também militante para promover homens e mulheres conscientes de seu poder de atuação e intervenção na sociedade, seja a partir de pequenas iniciativas que somadas constituirão um espaço simbólico de luta, por uma sociedade de fato democrática. Objetivos Realizar uma retrospectiva do acesso à cidadania dos afro-brasileiros no período da Colônia, século XVII no passado e nos tempos de hoje, século XXI.Trabalhar os conceit

Tempos Modernos - Proposta de Atividade

Contextualização O último filme mudo de Chaplin, que focaliza a vida urbana nos Estados Unidos nos anos 30, imediatamente após a crise de 1929, quando a depressão atingiu toda sociedade norte-americana, levando grande parte da população ao desemprego e à fome.A figura central do filme é Carlitos, o personagem clássico de Chaplin, que ao conseguir emprego numa grande indústria, transforma-se em líder grevista conhecendo uma jovem, por quem se apaixona. O filme focaliza a vida do na sociedade industrial caracterizada pela produção com base no sistema de linha de montagem e especialização do trabalho,fordismo. É uma crítica à "modernidade" e ao capitalismo representado pelo modelo de industrialização, onde o operário é engolido pelo poder do capital e perseguido por suas idéias "subversivas". Em sua segunda parte o filme trata das desigualdades entre a vida dos pobres e das camadas mais ricas , sem representar contudo, diferenças nas perspectivas de

A ORIGEM: Laboratório de Ensino em História, Filosofia e Sociologia

A ORIGEM:  Laboratório de História, Filosofia e Sociologia Os motivos... NOSSAS QUESTÕES ESSENCIAIS: 1. Sem o hábito da leitura crítica não há  elaboração de respostas reflexivas. 2. Não há sinal de internet nas escolas da SEEDUC RJ na Baixada! Como usar a Internet? [Edit: esse registro em 2008 quando o blog foi criado. Em 2021 em plena pandemia da covid19 as escolas estaduais do Rio de Janeiro continuam sem internet e telefone] 3. A maioria das escritas dos nossos discente são  Control c + control v, por quais motivos? 4. Diante dessa necessidade de repensar as práticas de ensino aprendizagem essa plataforma digital foi criada, marcando não apenas o inicio dessa  trajetória de registrar as práticas docentes e discentes. Mas, analisar como as pautas de politicas públicas continuam as mesmas, depois de 1 ou 2 décadas... Pensar praticas, crias redes nos laboratorios de aprendizagens urge como uma estrategia de resistência da Pedagogia Critica! Mesmo que seja apenas no ambiente VIRTUAL